Evangelização de bebês e a conexão entre mães e filhos

Como surpresa para a tarde de sábado no 2º congressinho de bebês, tivemos a honra de receber Cíntia Viera Soares: convidada de Goiânia, que trabalha com evangelização de bebês e tem um livro sobre o assunto. Cíntia veio ao nosso congresso facilitar atividades sensoriais com os pequenos, utilizando sons, tecidos e música. A experiência foi única e enriquecedora, encantando e conectando bebês e família.



A evangelização dos bebês depende muito da sintonia entre família/responsável que acompanham estes serezinhos, pois todo ensinamento é passado deles aos seus pequenos através do que sentem e o que estão absorvendo dos momentos vividos.

Conversando com algumas mães, percebemos o quanto elas se entregam à tarefa de estarem na evangelização. Nesse sentido, relatam o bem estar e a forma de como os laços se estreitam a elas e a Jesus. Muitos bebês, ao entrar na sala, já reconhecem a imagem D’ele, o que deixa essas mães visivelmente emocionadas.

Estes momentos de troca só nos confirmam que a evangelização infantil é instrumento de semeadura em solo fértil, necessidade de consolação para espíritos imortais que retornam a terra para mais uma encarnação. Além disso, é responsabilidade para estes tutores que hoje recebem a chance de encaminhar estes serezinhos à vida nova e próspera.

72 visualizações

© 2018 por Federação Espírita do Rio Grande do Sul

Área de Comunicação Social Espírita

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram